Turismo Religioso

Circuito Religioso Vale do Paraíba/SP

Este circuito é composto por três municípios: Aparecida, Cachoeira Paulista e Guaratinguetá, localizados na macroregião turística Vale do Paraíba, Serras e Mar, região turística Vale do Paraíba e Serras.

Trata-se de extensão de terra no sudeste do Estado que abriga uma série de referências que conduzem o devoto a vivenciar sua fé. Essa região, em menos de 30 km, abriga quatro grandes centros de peregrinação nacional e internacional: o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida – a padroeira do Brasil; o Museu do Frei Galvão – o primeiro santo brasileiro, nascido em Guaratinguetá; a Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista – berço de um dos maiores movimentos de evangelização do país – e o Santuário Diocesano de Santa Cabeça. Este local é o novo ponto de romarias vindas de todo o Brasil e voltadas para o turismo religioso e a santa é invocada para interceder pelas enfermidades relacionadas à cabeça.

Atrações dos Municípios

 

Aparecida:

Basílicas de Nossa Senhora Aparecida – a antiga foi construída em estilo barroco e ocupa o terreno da primeira capela erguida em homenagem a Nossa Senhora em 1745. A nova é o maior santuário mariano do mundo, em forma de cruz e abriga a imagem encontrada no rio Paraíba do Sul em 1717; Caminho da Fé – há vários que levam a Aparecida, sendo o mais longo com 541 km e o mais curto com 322 km.

  • Basílica de Aparecida
    Basílica de Nossa Senhora de Aparecida

 

Cachoeira Paulista:

Possui uma forte história religiosa, pois é o berço da Canção Nova, uma comunidade católica, conhecida no Brasil e no mundo, cuja missão é evangelizar através dos meios de comunicação e de seus ínúmeros eventos de música, cura e libertação

Também em Cachoeira Paulista encontra-se o Santuário Diocesano Nossa Senhora de Santa Cabeça, com a tradicional festa em homenagem à Santa Cabeça que acontece, todo ano, no segundo domingo do mês de dezembro com romarias vindas de todo o País. Este local é o novo ponto de romarias voltadas para o turismo religioso e a santa é invocada para interceder pelas enfermidades relacionadas à cabeça. A igreja tem recebido cerca de duas mil pessoas por mês. No segundo domingo de dezembro, quando é comemorado o dia de Santa Cabeça, o santuário recebe milhares de fiéis. As missas são celebradas todos os sábados e domingos (consulte os horários aqui) e o santuário fica na SP-68, estrada dos Tropeiros.

  • Radio canção nova .

 

Guaratinguetá:

Museu e Casa de Frei Galvão (1739) – reformada em 1989, em comemoração aos 250 anos de seu nascimento, guarda memória do primeiro beato brasileiro. O material da reconstrução foi reaproveitado a partir do original. A casa é tombada pelo município por seu valor histórico e por sua arquitetura que conserva o estilo colonial da época; Catedral de Santo Antônio (1630) – origem do núcleo urbano da cidade, seu interior possui altar em estilo barroco-valeparaibano, rococó mineiro e imagens barrocas. Há uma pequena capela com a imagem de Frei Galvão em tamanho natural. Trilhas dos Pilões – acesso pela estrada dos Pilões até o início da Fazenda Pan Brasil, em direção a São Francisco dos Campos no município de Delfim Moreira, sul de Minas Gerais. Trilha histórica utilizada no ciclo do ouro, a subida através das escarpas da Serra da Mantiqueira é pesada, variando de 4 a 5 horas. Tem vasta vegetação entrecortada por riachos e cachoeiras; Passeios Ecológicos – tanto na Serra do Mar quanto na da Mantiqueira vários são os pontos de interesse turístico: carros de boi, leite ao pé da vaca, pesqueiros e a beleza natural exuberante.

  • Igreja de Frei Galvão
    Frete da Igreja de Frei Galvão